Redutores de Velocidade, o que são?

A grande maioria dos processos existe a necessidade de se modificar algumas características como velocidade, rotação ou torque. Para esta finalidade os redutores de velocidade foram desenvolvidos. Porém nem sempre as unidades geradoras (motores elétricos) podem ser acopladas diretamente em determinados dispositivos.

Os redutores de velocidade são máquinas empregadas para se obterem grandes redução de transmissões, sem necessidade de recorrer a engrenagens de grandes diâmetros ou motoras de poucos dentes. Consequentemente com a redução da velocidade tem-se um aumento significativa no torque transmitido. Redutores podem ser constituídos de engrenagens paralelas, cônicas e com cora e rosca sem-fim.

A parte fundamental de um redutor são as engrenagens. Através delas reduz-se a velocidade de rotação da transmissão, pois o contato entre engrenagens de menor e maior número de dentes (variação no diâmetro) possibilita a redução desejada.

 

Mas quais são os elementos básicos dos redutores de velocidade?

redutor de velocidade elementos

  • Eixos: São usinados em aço médio carbono temperados e revenidos para a dureza especificada.
  • Engrenagens: São rodas dentadas com módulos padronizados por normas. Fabricadas em aço liga temperada em óleo e revenida. Tem formato cilíndrico de dentes retos, helicoidal ou cônico (pinhão), conforme o modelo do redutor.
  • Rolamentos: Elementos girantes de máquina que suportam o eixo com as engrenagens, possibilitando a eles o menor atrito possível ao girar. São utilizados rolamento radiais, axiais ou cônicos.                   Quer saber mais sobre rolamentos?
  • Retentores: Utiliza-se vedadores de borracha com molas, para reter o óleo da parte interna e evitar as infiltrações de contaminantes externos.
  • Tampa de inspeção: Evita a desmontagem do redutor, facilitando a inspeção das partes internas.
  • Níveis de óleo: Sistema para inspeção de nível óleo lubrificante utilizado dentro do redutor. Podem ser do tipo visor, tubo vertical ou vareta de nível.
  • Respiro: Dispositivo que possibilita a saída e entrada do ar no redutor durante o trabalho, devido ao aquecimento e resfriamento (mudança de volume do ar).
  • Placa de dados do redutor: Local onde estão contidas várias informações importantes para o seu correto dimensionamento, tais como: Relação de transmissão, rotação máxima do eixo de entrada e saída, tipo de lubrificante, torque no eixo de saída, modelo, fabricante, etc.

 

Mas então como selecionar o melhor redutor e tamanho que eu preciso?

Separamos uma tabela com as informações que você precisa para especificar o seu redutor de velocidade.

redutor de velocidade como específicar

Ainda com dúvidas? Entre em contato com nosso time de especialistas! Ou clique no ícone do WhatsApp em sua tela para solicitar um orçamento com resposta imediata!

Deixe uma resposta